Quick Notes: SharePoint 2016 for IT Professionals – Management Improvements

Olá SharePointers,

Em Maio/2015 aconteceu o evento Microsoft Ignite em Chicago, EUA. Esse evento, o sucessor da extinta SharePoint Conference, foi utilizado pela Microsoft para anunciar as novidades e tendências que estão seguindo em seus produtos.

Foi uma semana muito interessante, com muita novidade! Durante essa semana, era muito comum “vazar” algumas informações antes do dia do evento (até fiz um post sobre algumas dessas informações: http://rodrigoromano.net/2015/05/03/sharepoint-2016/) através de pessoas que estavam assistindo as sessões durante o evento.

Para quem perdeu o evento, os vídeos das sessões foram disponibilizados no Channel 9: http://channel9.msdn.com/Events/Ignite/2015.

Em uma das sessões, Bill Baer (gerente de produto) abordou algumas novidades sobre o SharePoint 2016 para IT Professionals (http://channel9.msdn.com/events/Ignite/2015/BRK2188).

 

Nesse artigo, vou abordar as novidades relacionadas a gerenciamento do ambiente.

 

Nova visão

Com a experiência de rodar o SharePoint Online (na nuvem), a Microsoft adotou uma estratégia bem interessante: pegou uma versão estável do SharePoint Online e transformou-o em “On-premises”, visando resolver algumas coisas que sempre foram complicadas para administradores de ambientes SharePoint: Updates e Patches.

Requisitos de Hardware

Para rodar o SharePoint 2016, os requisitos são:

Arquitetura Memória Processador Disco
Single Server 16-24 GB x64 (1 processador x 4 cores) 80 GB
Farm 12-16 GB x64 (1 processoror x 4 cores) 80 GB

Pouca diferença do que temos hoje de requisitos para o SharePoint 2013, veja aqui: https://technet.microsoft.com/en-us/library/cc262485.aspx

 

Requisitos de Software

Em relação ao Software, serão suportados o Windows Server 2012 R2 e Windows Server 10.

Para banco de dados, temos SQL Server 2014 SP1 e o SQL Server vNEXT.

 

Mudanças no Processo de Instalação

  • Instalações do SharePoint STANDALONE não serão suportadas, ou seja, aquelas que vinham com SQL Express junto. Ou seja, você precisará instalar, obrigatoriamente, o SQL Server e o SharePoint para rodar o SharePoint 2016.
  • Você poderá migrar os dados do seu SharePoint 2013 para o 2016 utilizando um produto ou API; ou utilizar a técnica do Database Attach para realizar um Upgrade. 

Autenticação e Autorização de Usuários

Essa é uma mudança que eu, particularmente, gosto bastante. O provider de autenticação principal será OAuth e JWT/SAML com WSFED. Sendo assim, será muito mais fácil integrar com recursos da nuvem (Azure AD, por exemplo).

Eu disponibilizei um exemplo no Github sobre como utilizar OAuth N no AzureAD para autorizar uma chamada a uma Web API e essa API fazer uma chamada como se fosse o usuário (“on behalf of”) ao SharePoint Online: https://github.com/RARomano/AzureAD-WebAPI-SPOnline.

Classic-mode authentication está deprecado e a Microsoft está fazendo um grande esforço em tirar o modelo de autenticação “Domain-based” e mudar para “Cloud-based”. 

Grande passo!

 

SMTP

O SharePoint 2016 suportará “STARTTLS connection encryption“, ou seja, agora os alertas e e-mails enviados pelo SharePoint serão encriptados. 😀

Além disso, o SMTP poderá utilizar outras portas além das default.

 

 

O que acharam?

 

Eu não vejo a hora do lançamento do produto 😀

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *