SharePoint Framework

Olá SharePointers,

Nas últimas semanas (talvez meses) podemos notar um movimento diferente da Microsoft. Para muitas pessoas, eu estou incluso, seria muito dificil acreditar em alguns movimentos que ela tomou como empresa.

Podemos citar algumas coisas, dentre tantas outras:

SQL Server no Linuxhttps://blogs.microsoft.com/blog/2016/03/07/announcing-sql-server-on-linux/

PowerShell no Linuxhttps://azure.microsoft.com/en-us/blog/powershell-is-open-sourced-and-is-available-on-linux/

.NET Open Source e com código disponível no GitHub (não é tão novidade assim, mas é bem interessante) – https://blogs.msdn.microsoft.com/dotnet/2014/11/12/net-core-is-open-source/ 

 

Com tantos movimentos, alguns podem ter pensado: “E o nosso querido SharePoint?”

 

Recentemente a Microsoft publicou no GitHub um repositório relacionado ao SharePoint (https://github.com/sharepoint).  Nesse repositório tem um guia detalhada de como você montar uma aplicação (add-in) utilizando os conceitos de mercado utilizados na maioria das tecnologias front-end:

          

 

Até pouco tempo atrás, quando a Microsoft “mudou” a forma, ou talvez o conceito, de como o desenvolvimento para SharePoint deveria ser, saindo do ASP.NET (Server-side) e indo para o client (front-end) e mexeu com o status-quo dos profissionais que estavam acostumados a fazer as coisas sempre de uma maneira já havia causado uma revolução no mercado.

Muitos não sabiam, ou não imaginavam como fariam as coisas que estavam acostumados…

Olhando agora para trás, depois de alguns anos que os add-ins (na época Apps) foram apresentados para nós como conceito, vemos com um olhar diferente. Eu, pelo menos, evito ao máximo soluções Server-Side para SharePoint. Aliás, nem consigo lembrar direito a última vez que utilizei uma solução assim para fazer webparts.. Claro que existem situações e regras de negócio que vão forçar a usar uma solução que tenha código server-side mas, ainda assim, provider-hosted.

No começo, me pegava pensando… “Vou fazer sempre Farm Solutions e, se não houver outra maneira, utilizo os Add-ins”..  E hoje, acontece justamente o contrário…. Só utilizo Farm Solutions em último caso.. Só de pensar no deploy, no tempo de instabilidade da farm acabo desistindo!

Acredito que isso tenha acontecido com a maioria de vocês!

 

Voltando ao assunto do post, a Microsoft em uma tentativa de aproximar ainda mais os desenvolvedores de outras tecnologias, deu mais um passo interessante..

Convido vocês a olharem com carinho esses links: https://github.com/SharePoint/sp-dev-docs, https://github.com/SharePoint/sp-dev-docs/wiki/Setup-your-machine e https://github.com/SharePoint/sp-dev-docs/wiki/HelloWorld-WebPart.

Vocês serão apresentados a alguns conceitos novos, que falarei em outras oportunidades com mais detalhes: “Client WebParts” e “SharePoint Workbench”.

Por ora, deixo um vídeo mostrando essas novas e fantásticas ferramentas:

 

Abraços!

2 ideias sobre “SharePoint Framework

  1. Pingback: SharePoint WebHooks – Microsoft MVP SharePoint Server – Registros de um especialista de SharePoint

  2. Pingback: SharePoint Framework – Visão e Futuro | Microsoft MVP SharePoint Server – Registros de um especialista de SharePoint

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *